Bem-vindo a Sociedade Gnóstica Internacional

5 dez 2011

Baralho de Tarô: Propaganda Soviética

Desde que os mistérios iniciáticos do Tarô começaram a ser difundidos através de lâminas, o que ocorreu aproximadamente no século XIV, são incontáveis os conjuntos ou baralhos de Tarô que foram criados em diferentes partes do mundo, os quais ostentam as mais diversas formas simbólicas.

As cartas de Tarô contêm uma sabedoria universal, pois tratam de temáticas mundanas e espirituais comuns a todos os seres humanos. Ao longo de seis séculos de história das cartas foram criados inúmeros baralhos de Tarô, e cada um deles retratava aspectos culturais de sua época.

Desta maneira, as figuras presentes nas lâminas dos mais diversos baralhos de Tarô sofrem variações de cores, formas, motivos e tamanhos. Contudo, na grande maioria dos casos, elas encerram praticamente a mesma simbologia, a despeito de onde e quando foram concebidas.

A partir de hoje, vamos publicar uma série de artigos sobre diferentes conjuntos de lâminas de Tarô, contendo as mais diversas temáticas. Nem sempre as lâminas aqui apresentadas poderão ser consideradas, segundo a definição mais tradicional, como sendo um autêntico baralho de Tarô.

No entanto, elas servirão para que você possa apreciar a beleza das lâminas e aprender um pouco mais sobre seus simbolismos e seus elementos iconográficos. Sempre que possível, apresentaremos uma galeria completa de imagens de arcanos maiores e arcanos menores.

Damos início hoje com um conjunto de lâminas bastante incomum. Vamos chamá-lo de Tarô da Propaganda Soviética, pois não possui um título que o identifique como tal, e nem mesmo suas cartas foram concebidas para formar um baralho de Tarô tradicional.

Aparentemente, nem seu autor preocupou-se muito com isso, ainda que tenha sido capaz de manter, de maneira geral, o conteúdo essencial das versões clássicas do Tarô. A arte destas lâminas foi realizada pelo inglês Alex Frood, um rapaz de apenas 19 anos de idade que estuda Jogos e Animação Gráfica na Teeside University, em Middlesbrough, Inglaterra.

Como o próprio nome do conjunto permite entender, os motivos desenhados nas lâminas retratam ícones da política, da cultura e da religião da antiga União Soviética, e foram inspirados no design gráfico dos cartazes produzidos para fazer propaganda do Regime Soviético.

Três personagens históricas representam de maneira interessante e curiosa a simbologia de três cartas do Tarô. O primeiro deles é Karl Marx, autor da doutrina comunista moderna que servia de fundamento ideológico, econômico e político para a União Soviética, como o Mago.

Já o segundo é Grigori Rasputin, monge, místico e curandeiro altamente influente na corte do czar Nicolau II, como o Eremita. E por último Joseph Stalin, líder soberano da União Soviética, considerado um tirano e figura prejudicial ao país, como o Diabo.

Outros ícones interessantes e bem conhecidos presentes deste conjunto de lâminas são os tanques de guerra e uma esquadra de aviões como a Força, uma explosão nuclear como o Julgamento, e a Usina Nuclear de Chernobyl tanto como a Estrela, a Lua e o Sol, representando a esperança, a desilusão e o triunfo.

Confira abaixo a galeria e deixe seus comentários. Ao clicar sobre a figura, uma imagem ampliada será aberta em outra janela. Assim você poderá visualizar as cartas com mais detalhes. Abaixo da galeria estão os contatos com o artista.

Para conhecer mais sobre o trabalho de Alex Frood:

Facebook

Twitter

– Deviantart

– Loja Virtual

2 Respostas

  1. Alex Frood

    Nice to see someone writing about my work. I am glad you have understand the imagery of each card. The only correction I would is Im a Scotsman not a Englishman :) also your right I didn’t give the set an overall title, that was a over site on my half.

    Thanks
    -Alex Frood

Deixe um Comentário