Bem-vindo a Sociedade Gnóstica Internacional

11 ago 2013

Palestra: Erotismo e Espiritualidade no Kama Sutra

Escrito pelo sábio filósofo Vatsyayana, o Kama Sutra é um antigo texto sagrado indiano, um dos mais importantes tratados do mundo a respeito da sexualidade humana. No mundo ocidental, o Kama Sutra visto com grande curiosidade e excesso de pudores, até o momento em que adaptações de seu conteúdo foram incorporadas à literatura pornográfica.

Erotismo e Espiritualidade do Kama SutraJá no mundo oriental, o Kama Sutra não era visto como simples manual de posições sexuais a ser guardado como trunfo dos casais que já não encontram mais encanto na relação conjugal, ou mesmo por indivíduos de mente fantasiosa.

Os sábios são capazes de enxergar e utilizar o Kama Sutra como um precioso guia para uma vida repleta de virtude e graciosidade, no qual são discutidas a natureza do amor, da vida em família e de outros aspectos relacionados com as faculdades sensoriais e espirituais dos seres humanos.

Apenas uma pequena parte deste compêndio de aforismos sobre o amor trata de posições sexuais, mas isso já basta para ser encarado no ocidente como um instrumento de satisfação dos prazeres efêmeros e superficiais dos sujeitos dotados de imaturidade anímica e sexual.

Nesta palestra, o professor Giordano Cimadon irá destacar quais são os elementos mais importantes do Kama Sutra que estão relacionados com o desenvolvimento espiritual através do amor e do erotismo. Neste contexto, será oferecida uma visão mais abrangente da Magia Sexual e uma correlação entre a proposta deste livro com os ensinamentos gnósticos de Samael Aun Weor.

Informações essenciais sobre o evento:

DATA: 12 de agosto de 2013 (segunda-feira).
HORÁRIO: início às 19:30h e término às 21:00h.
LOCAL: sede Curitiba da Sociedade Gnóstica Internacional (SGI)
ENDEREÇO: Rua Voluntários da Pátria, 475, sala 1608, Edifício ASA (mapa).
PROFESSOR: Giordano Cimadon
TELEFONE: (41) 3209-6431 ou (41) 8865-6431.

Contrapartida Consciente: todos são co-responsáveis pela realização e sustentabilidade do evento, sendo convidados a contribuir de forma livre e voluntária, na medida que se sentirem tocados pelo evento e dentro da sua possibilidade financeira.

Deixe um Comentário