Bem-vindo a Sociedade Gnóstica | SGI

A Iniciação

A Iniciação é a sua própria vida. Se você quer a Iniciação, escreva−a sobre uma vara. Quem tiver entendimento que entenda, porque aqui há sabedoria. A Iniciação não se compra e nem se vende. Fujamos das escolas que dão iniciações por correspondência. Fujamos de todos aqueles que vendem iniciações. A Iniciação é algo muito íntimo da Alma. O Eu não recebe iniciações. Aqueles que dizem, “Eu tenho tantas e tantas iniciações”, “Eu possuo tantos e tantos Graus”, são mentirosos e farsantes, porque o “Eu” não recebe Iniciações nem Graus.

Existem nove Iniciações de Mistérios Menores e cinco importantes Iniciações de Mistérios Maiores. É a Alma que recebe as Iniciações. Trata−se de algo muito íntimo, que não se anda dizendo e nem se deve contar a ninguém.

Todas as iniciações e graus que são conferidos por muitas escolas do mundo físico não têm realmente nenhum valor nos Mundos Superiores. Os Mestres da Loja Branca só reconhecem como verdadeiras as legítimas Iniciações da Alma. Isso é uma coisa completamente interna.

O discípulo pode subir as nove arcadas, pode atravessar todas as nove Iniciações de Mistérios Menores, sem haver trabalhado com o Arcano A.Z.F. (a Magia Sexual). Todavia, é impossível entrar nos Mistérios Maiores, sem a Magia Sexual (Arcano A.Z.F.).

No Egito, todo aquele que chegava à Nona Esfera, recebia inevitavelmente de lábios a ouvidos o segredo terrível do Grande Arcano (o Arcano mais poderoso, o Arcano A.Z.F.).

O Guardião do Umbral

A primeira prova que deve defrontar o candidato é a prova do Guardião do Umbral, que é o reflexo do Eu, a íntima profundidade do Eu. Muitos são os que fracassam nessa terrível prova. O candidato tem que invocar ao Guardião do Umbral nos mundos internos. Um espantoso furacão elétrico precede à terrível aparição. A larva do Umbral está armada de um terrível poder hipnótico. Realmente, este monstro possui toda a horrível fealdade dos nossos próprios pecados. É o espelho vivo de nossas próprias maldades. A luta é espantosa, frente a frente, corpo a corpo. Se o Guardião vence o candidato, este fica escravizado pelo horrível monstro. Se o candidato sai vitorioso, o monstro do Umbral foge aterrorizado. Então, um som metálico faz estremecer o Universo e o candidato é recebido no Salão dos Meninos.

Isto faz−nos recordar aquela frase do Hierofante Jesus, o Cristo: “Em verdade, vos digo, se não vos transformardes e vos fizerdes como meninos, não entrareis no reino dos céus”.

No Salão dos Meninos, o candidato é homenageado pelos Santos Mestres. A alegria é imensa por haver um ser humano entrado na Senda da Iniciação. Todo o Colégio de Iniciados (Meninos) felicita o candidato vitorioso. O candidato derrotou o Primeiro Guardião. Esta prova realiza−se no mundo astral.

Segundo Guardião

O Guardião do Umbral possui um segundo aspecto. O aspecto mental. Devemos saber que a mente do homem ainda não é humana; encontra−se na etapa animal. Cada qual tem no plano mental a fisionomia animal que lhe corresponde, conforme o seu caráter. O astuto é ali uma verdadeira raposa. O passional parece−se com um cão, ou um bode, etc.

O encontro com o Guardião do Umbral no plano da mente é ainda mais espantoso e mais horrível que no plano astral. Na verdade, o Segundo Guardião é o Grande Guardião do Umbral Mundial.

A luta com o Segundo Guardião costuma ser horrível. É o candidato quem deve invocar o Segundo Guardião no plano mental. Este vem precedido de espantoso furacão elétrico. Se o candidato sair vitorioso, é recebido com muito carinho no Salão dos Meninos do plano mental. Se fracassar, torna−se escravo do horrível monstro. É nesta larva que se acham personificados todos os nossos delitos mentais.

Terceiro Guardião

O encontro com o Terceiro Guardião realiza−se no mundo da vontade. O Demônio da Má Vontade é o mais terrível dos três. Todo mundo faz sua vontade pessoal, mas os Mestres da Loja Branca só fazem a Vontade do Pai; assim nos céus como na terra. Quando o candidato sai vitorioso na terceira prova, é novamente homenageado no Salão dos Meninos. A música é inefável… A festa, solene…

O Salão do Fogo

Depois que o candidato venceu nas três provas básicas do Guardião da Imensa Região, tem então que entrar no Salão do Fogo, onde os seus veículos internos são purificados pelas chamas.

Provas do Fogo, do Ar, da Água e da Terra

No velho Egito dos Faraós essas quatro provas deviam ser defrontadas valorosamente no mundo físico. Atualmente o candidato deve passar as quatro provas nos Mundos supra−sensíveis.

Prova do Fogo

Esta prova é para aquilatar a serenidade e a doçura do candidato. Os iracundos e coléricos fracassam inevitavelmente nesta prova. O candidato vê−se perseguido, insultado, injuriado, etc. Muitos reagem violentamente e voltam ao corpo físico completamente fracassados.

Os vitoriosos são recebidos no Salão dos Meninos e homenageados com música deliciosa, a Música das Esferas. As chamas horrorizam os fracos.

Prova do Ar

Aqueles que se desesperam com a perda de alquém ou de algo, aqueles que temem a pobreza, aqueles que não estão dispostos a perder o mais querido, fracassam na Prova do Ar. O candidato é lançado no fundo do precipício. O fraco grita e volta ao corpo físico horrorizado. Os vitoriosos são recebidos no Salão dos Meninos com festas e homenagens.

Prova da Água

A Grande Prova da Água é realmente terrível. O candidato é jogado ao oceano e crê afogar−se. Aqueles que não sabem adaptar−se às mais variadas condições sociais da vida, aqueles que não sabem viver entre os pobres, aqueles que depois de naufragarem no oceano da vida, rechaçam a luta e preferem morrer, são os fracos que, inevitavelmente, fracassam na Prova da Água. Os vitoriosos são recebidos no Salão dos Meninos com festas cósmicas.

Prova da Terra

Nós temos que aprender a tirar partido das piores adversidades. As piores adversidades nos oferecem as melhores oportunidades. Devemos aprender a sorrir ante as adversidades − essa é a Lei.

Aqueles que sucumbem de dor em face das adversidades da existência não conseguem triunfar na Prova da Terra.

Nos mundos superiores o candidato vê−se entre duas enormes montanhas que se fecham ameaçadoramente. Se o candidato grita horrorizado, volta fracassado ao corpo físico. Se se mantém sereno, sai vitorioso e é recebido no Salão dos Meninos com grande festa e imensa alegria.

Iniciações de Mistérios Menores

Quando o candidato consegue vencer em todas as provas de introdução à Senda, tem pleno direito de entrar nos Mistérios Menores. Recebe−se na Consciência Íntima cada uma das nove Iniciações de Mistérios Menores. Se o estudante tiver boa memória, poderá trazer ao cérebro físico a recordação dessas Iniciações. Não sendo boa a memória do candidato, o pobre neófito ignora no mundo físico tudo o que aprende e recebe nos Mundos Superiores. Os que não querem ignorar no físico nada do que lhes sucede na Iniciação têm que, forçosamente, desenvolver a memória. O candidato deve desenvolver urgentemente a sua memória. É mister também que o candidato aprenda a sair conscientemente em corpo astral. É urgente que o candidato desperte a Consciência.

As nove Iniciações de Mistérios Menores constituem a senda probatória. As nove Iniciações de Mistérios Menores são para os discípulos à prova. Os discípulos casados que praticam com o Arcano A.Z.F. passam muito rapidamente nestas nove Iniciações elementares. O discípulo solteiro que se mantém absolutamente casto passa também nas nove Iniciações, porém mais lentamente. Os fornicários não podem receber nenhuma Iniciação.

Iniciações de Mistérios Maiores

Existem cinco grandes Iniciações de Mistérios Maiores. Existem sete serpentes. Dois grupos de três com a coroação sublime da sétima língua de fogo que nos une com o Uno, com a Lei, com o Pai. Necessitamos subir a escada setenária do fogo.

A Primeira Iniciação se relaciona com a primeira serpente. A Segunda Iniciação com a segunda serpente. A Terceira Iniciação com a terceira serpente. A Quarta Iniciação com a quarta serpente. A Quinta Iniciação com a quinta serpente. (As sexta e sétima pertencem a Buddhi, ou Alma Consciência e Atman ou Íntimo do ser humano).

Primeira Iniciação de Mistérios Maiores

A primeira serpente corresponde ao corpo físico. É necessário levantar a primeira serpente pelo canal medular do corpo físico. Quando a serpente atinge o campo magnético da raiz do nariz, o candidato chega à Primeira Iniciação de Mistérios Maiores. A Alma e o Espírito comparecem ante a Grande Loja Branca sem os corpos de pecado e em plena ausência do Eu. Eles se olham, se amam e se fundem como duas chamas que, ao se unirem, formam uma só chama. Nasce assim o Divino Hermafrodita. Este recebe um trono para mandar e um templo para oficiar. Devemos nos converter em Reis e Sacerdotes da Natureza, segundo a Ordem de Melchisedek. Quem recebe a Primeira Iniciação de Mistérios Maiores, recebe a Espada Flamígera que lhe dá poder sobre os quatro elementos da Natureza.

É necessário praticar intensamente Magia Sexual para levantar a Serpente sobre a vara, tal como o fez Moisés no deserto. O Amor é a base e o fundamento da Iniciação. É necessário saber amar. A luta pela subida da serpente é muito difícil. A serpente deve subir lentamente de grau em grau. São trinta e três vértebras, portanto, trinta e três graus. Os tenebrosos nos atacam terrivelmente em cada vértebra. O Kundalini sobe muito lentamente, de acordo com os méritos do coração. Necessitamos acabar com todos os nossos pecados. É urgente percorrer a senda da mais perfeita Santidade. É indispensável praticar Magia Sexual sem desejo animal. Não somente devemos matar o desejo, mas também a própria sombra do desejo. Necessitamos ser como o limão. O ato sexual deve converter−se numa verdadeira cerimônia religiosa. Os ciúmes devem ser eliminados. Saibam que os ciúmes passionais liquidam a paz do lar.

Segunda Iniciação de Mistérios Maiores

A segunda serpente sobe muito dificilmente pelo canal medular do corpo etérico. Quando a segunda serpente atinge o campo magnético da raiz do nariz, o Iniciado entra no templo para receber a Segunda Iniciação de Mistérios Maiores. É bom advertir que a humana personalidade não entra no Templo, pois fica na porta arranjando os seus negócios com os Senhores do Karma.

No interior do Templo, o Íntimo crucifica−se junto com seu corpo etérico. Ou seja, o Íntimo veste−se com o corpo etérico para a crucificação. Assim é como o corpo etérico é cristificado. Na Segunda Iniciação nasce o Soma Puchicon, o Traje de Bodas da Alma. O Corpo de Ouro.

Este veículo é constituído pelos dois éteres superiores. O corpo etérico tem quatro éteres: dois superiores e dois inferiores. Com o Traje de Bodas da Alma podemos penetrar em todos os departamentos do Reino. Esta Iniciação é muito difícil. O estudante é severamente provado. Se sair vitorioso, brilha o Sol da Meia−Noite e dele desce a estrela de cinco pontas com seu olho central. Estrela essa que pousa sobre a cabeça do neófito para aprová−lo. O resultado da vitória é a Iniciação.

Terceira Iniciação de Mistérios Maiores

A terceira serpente sobe pelo canal medular do espectro astral. A terceira serpente deve atingir o campo magnético da raiz do nariz e depois de lá descer até o coração por um caminho secreto, no qual existem sete câmaras santas. Quando a terceira serpente chega ao coração, nasce então um belíssimo menino, o Astral Cristo. O resultado de tudo isto é a Iniciação. O neófito deve passar em corpo astral por todo o drama da Paixão do Cristo. Deve ser crucificado, morto e sepultado. Deve ressuscitar e também deve descer ao abismo e lá permanecer durante quarenta dias antes da Ascensão.

A cerimônia suprema da Terceira Iniciação recebe−se com o Astral Cristo. Aparece sobre o altar Sanat Kummara, o Ancião dos Dias para conferir−nos a Iniciação.

Todo aquele que alcança a Terceira Iniciação de Mistérios Maiores recebe o Espírito Santo.

É necessário saber querer à mulher para alcançar esta Iniciação. A união sexual deve ser plena de imenso amor. O falo deve entrar na vulva sempre com muita suavidade, para não maltratar os órgãos da mulher. Cada beijo, cada palavra, cada carícia deve estar completamente isenta de desejo. O desejo animal é um obstáculo gravíssimo para a Iniciação.

Muitos puritanos, ao lerem estas linhas, nos qualificarão de imorais. Entretanto, essa gente não se escandaliza com os bórdeis e com as prostitutas. Insultam−nos, mas não são capazes de se lançarem aos bairros onde vivem as prostitutas para pregar−lhes a boa lei. Odeiam−nos, porém não são capazes de se incomodarem com seus próprios pecados. Condenam−nos porque pregamos a religião do sexo, mas não são capazes de condenar sua própria fornicação. A humanidade é assim.

Quarta Iniciação de Mistérios Maiores

Quando a quarta serpente conseguiu subir pelo canal medular do espectro mental, acontece então a Quarta Iniciação de Mistérios Maiores. A quarta serpente atinge também o entrecenho e depois desce até o coração.

No mundo da mente, Sanat Kummara dá sempre as boas−vindas ao candidato, dizendo: “Haveis vos libertado dos quatro corpos de pecado. Sois um Buddha. Haveis penetrado no Mundo dos Deuses. Sois um Buddha. Todo aquele que se liberta dos quatro corpos de pecado é um Buddha. Sois um Buddha. Sois um Buddha. Sois um Buddha”.

A festa cósmica desta Iniciação é grandiosa. Todo o mundo, todo o universo se estremece de alegria, exclamando: “nasceu um novo Buddha”. A Divina Mãe Kundalini apresenta seu filho no templo dizendo: “Este é meu filho muito amado. Este é um novo Buddha. Este é um novo Buddha. Este é um novo Buddha”. As Santas Mulheres felicitam o candidato com um beijo santo. A festa é terrivelmente divina. Os grandes Mestres da Mente extraem, dentre o espectro mental, o formoso Menino da Mente Cristo, que nasce na Quarta Iniciação de Mistérios Maiores. Todo aquele que recebe a Quarta Iniciação ganha o Nirvana, que é o Mundo dos Deuses Santos. Quem alcança a Quarta Iniciação recebe o Globo do Imperador da Mente, sobre o qual resplandece o signo da Cruz.

A mente deve ser crucificada e estigmatizada na Iniciação. No Mundo da Mente cintila o Fogo Universal. Cada uma das trinta e três câmaras da mente nos ensina terríveis verdades.

Quinta Iniciação de Mistérios Maiores

A quinta serpente sobe pelo canal medular do embrião de Alma que temos encarnado. A quinta serpente deve chegar ao entrecenho e descer depois até o coração. Na Quinta Grande Iniciação nasce o Corpo da Vontade Consciente. Todo aquele que nasce no Mundo da Vontade Consciente encarna sua Alma, inevitavelmente. Todo o que encarna sua Alma converte−se num verdadeiro Homem com Alma. Todo verdadeiro Homem imortal e completo é um verdadeiro Mestre. Antes da Quinta Iniciação de Mistérios Maiores ninguém deve ser denominado com o título de Mestre.

Na Quinta Iniciação aprendemos a fazer a Vontade do Pai. Devemos aprender a obedecer ao Pai. Essa é a Lei.

Na Quinta Iniciação, devemos decidir−nos por um dos dois caminhos, ou ficarmos no Nirvana gozando da dita infinita do Sagrado Espaço, que não tem limites, compartilhando com os Deuses Inefáveis, ou renunciarmos a essa imensa dita e continuarmos vivendo neste vale de lágrimas para ajudar à pobre humanidade doente. Esta é a Senda do Dever, longa e amarga. Todo aquele que renunciar ao Nirvana por amor à humanidade, depois de Nirvanas ganhos e perdidos por amor à humanidade, ganhará mais tarde a Iniciação Venusta.

Todo aquele que recebe a Iniciação Venusta encarna o Cristo Interno. No Nirvana existem milhões de Buddhas que não encarnaram o Cristo. É melhor renunciar ao Nirvana por amor à humanidade e ter a dita de encarnar o Cristo, porque o Homem Cristo entra nos mundos de super−nirvânica felicidade e mais tarde no Absoluto.

O Matrimônio Perfeito

A Senda da Realização Cósmica é o caminho do Matrimônio Perfeito. Victor Hugo, o grande humanista Iniciado, afirmou textualmente o seguinte:

“O homem é a mais elevada das criaturas. A mulher é o mais sublime dos ideais. O homem é o cérebro. A mulher é o coração. O cérebro fabrica a luz, o coração produz amor. A luz fecunda, o amor ressuscita. O homem é forte pela razão. A mulher é invencível pelas lágrimas. A razão convence, as lágrimas comovem. O homem é capaz de todos os heroísmos. A mulher de todos os martírios. O heroísmo enobrece; o martírio sublima. O homem é um código; a mulher é um evangelho. O código corrige; o evangelho aperfeiçoa. O homem é um templo, a mulher é um sacrário. Ante o templo nos descobrimos; ante o sacrário nos ajoelhamos. O homem pensa. A mulher sonha.

Pensar é ter no crânio uma larva. Sonhar é ter na fronte uma auréola. O homem é um oceano. A mulher é um lago. O oceano possui a pérola que adorna; o lago, a poesia que deslumbra. O homem é a águia que voa. A mulher o rouxinol que canta. Voar é dominar o espaço; cantar é conquistar a alma. Enfim, o homem está colocado onde termina a terra e a mulher onde começa o céu”.

Estas frases sublimes do grande humanista Iniciado Victor Hugo, nos convidam à senda do Matrimônio Perfeito. Bendito seja o Amor. Benditos os seres que se adoram.

Alimentos da Serpente

Toda a Senda Iniciática fundamenta−se na Serpente. Esta possui seus alimentos cósmicos especiais. Existem cinco elementos básicos conhecidos, com os quais se alimenta a Serpente, a saber: a Terra Filosófica, a Água Elemental dos Sábios, o Fogo Elemental, o Ar Elemental e o Éter. Nestes elementos vivem os Elementais da Natureza: os gnomos habitam a terra filosófica, as ondinas vivem na água, as sílfides no ar, as salamandras no fogo, etc.

Os gnomos trabalham nas entranhas da Grande Cordilheira, que é a medula espinhal, sendo que o trabalho que os gnomos realizam consiste em transmutar o chumbo da personalidade no ouro puro do Espírito. A matéria prima é o licor seminal. O fornilho do Laboratório é o chacra coccígeo. A água é o licor seminal e os cordões simpáticos constituem a grande chaminé por onde sobem os vapores seminais até o destilador do cérebro. Todo o trabalho dos gnomos é alquimista. A transmutação metálica é a base da Iniciação. A matéria−prima deve transmutar−se no ouro filosófico.

Os gnomos necessitam do fogo das salamandras e da água das ondinas. Necessitam também os gnomos do ar vital e dos simpáticos silfos da mente para poderem impulsionar os vapores seminais para dentro e para cima. Disto resulta a transmutação do chumbo em ouro. Quando a aura do Iniciado é de ouro puro, a Obra foi realizada totalmente.

A região da Terra vai dos pés aos joelhos e seu mantram é LA. A região da Água se acha entre os joelhos e o ânus e seu mantram é VA. A região do Fogo situa−se entre o ânus e o coração e seu mantram é RA. A região do Ar está compreendida entre o coração e o entrecenho: seu mantram, IA. A região do Éter vai desde o entrecenho ao alto da cabeça e seu mantram é HA.

A Serpente de Fogo alimenta−se com estes cinco elementos básicos. Agora compreendemos a razão por que o neófito tem que passar pelas provas da Terra, da Água, do Fogo e do Ar. As purificações e santificações relacionadas com estes elementos da Natureza alimentam a Serpente e permitem sua subida pela Sagrada Cordilheira da medula espinhal. Torna−se impossível a subida da Serpente sem as purificações e as santificações destes quatro elementos.

Brahma é o Deus da Terra. Narayana é o Deus da Água. Rudra é o Deus do Fogo. Ishwara é o Deus do Ar. Sudashiva é o Deus do Éter. Meditando nestes Deuses Inefáveis podemos conseguir que eles nos ajudem no despertar dos chacras, rodas ou discos do Corpo Astral. É conveniente fazermos vibrar os chacras e prepará−los para o Advento do Fogo. Meditem e vocalizem o mantram de cada elemento. Meditem em cada um destes Deuses Elementais e rogando com todo o coração que eles lhes despertem os chacras. Desenvolvam os chacras para serem ocultistas práticos.

O Laboratório do Terceiro Logos

A Terra tem nove estratos e o Laboratório do Terceiro Logos situa−se no nono. Realmente, o nono estrato da Terra está em todo o centro da massa planetária, onde se encontra o Santo Oito, que é o divino símbolo do Infinito. Neste símbolo estão representados o cérebro, o coração e o sexo do Gênio planetário. O nome deste Gênio é Chamgam. O centro do Santo Oito corresponde ao coração e os extremos superior e inferior ao cérebro e ao sexo, respectivamente. Todos os seres da Terra estão organizados sobre esta base. A luta é terrível. Cérebro contra sexo. Sexo contra cérebro. E o que é mais terrível, e o que é mais grave e doloroso é aquilo de coração contra coração.

A Serpente Sagrada enrosca−se no Coração da Terra, precisamente na Nona Esfera. Ela é sétupla na sua constituição e cada um dos sete aspectos ígneos relaciona−se com cada uma das Sete Serpentes do homem.

A Energia Criadora do Terceiro Logos elabora os elementos químicos da terra com toda a sua complexa multiplicidade de formas. Quando esta energia criadora retirar−se do centro da terra, nosso mundo converter−se−á num cadáver; assim é como morrem os mundos.

O Fogo Serpentino do Homem provém do Fogo Serpentino da Terra. A Serpente terrível dorme profundamente no seu misterioso ninho de ocas esferas raras, realmente à semelhança de um quebra−cabeças chinês. Esferas astrais concêntricas e sutis. Assim como a terra possui nove esferas concêntricas, tendo no fundo de cada uma delas a terrível Serpente, da mesma forma o homem, em virtude de ser o Microcosmo do Macrocosmo.

O homem é um Universo em miniatura, sendo o infinitamente pequeno análogo ao infinitamente grande.

O Hidrogênio, o Carbono, o Nitrogênio e o Oxigênio são os quatro elementos básicos, com os quais trabalha o Terceiro Logos. Os elementos químicos dispõem−se pela ordem de seus pesos atômicos. O mais leve e ligeiro é o Hidrogênio, cujo peso atômico é igual a 1, e terminando com o Urânio, cujo peso atômico é 238,5 − sendo o mais pesado dos elementos conhecidos.

Os eléctrons vêm a constituir uma ponte entre o Espírito e a Matéria. O Hidrogênio em si mesmo é o elemento menos denso que se conhece, sendo a primeira manifestação da Serpente. Todo elemento, todo alimento, todo organismo é sintetizado por determinado tipo de Hidrogênio. A energia sexual corresponde ao Hidrogênio 12 e sua nota musical é Si.

A matéria eletrônica solar é o Fogo Sagrado de Kundalini. Ao liberarmos essa energia, entramos no caminho da Iniciação autêntica.

O Chac Mool

O Chac Mool do México Azteca é maravilhoso. Na realidade existiu o Chac Mool, pois foi um Adepto encarnado. Foi um dos grandes Iniciados da poderosa Civilização Serpentina do antigo México e da Grande Tenochtitlan.

O sepulcro do Chac Mool com os seus restos foi encontrado. Assim, é fora de toda dúvida de que o Chac Mool existiu realmente. Observando a figura em que se acha deitado o Chac Mool, veremos que se acha na mesma posição em que se deitavam os Iniciados egípcios, quando queriam sair em corpo astral, vocalizando o Mantram FA−RA−ON. No entanto, algo curioso aparece no umbigo do Chac Mool: trata−se de uma tigela ou recipiente para receber algo. Efetivamente, o plexo solar é maravilhoso, tendo o Chac Mool deixado à humanidade um grande ensinamento.

O Kundalini − ou Serpente Ígnea de nossos mágicos poderes − possui um grande depósito de energia solar na região do umbigo, no chacra do plexo solar. Este centro magnético é muito importante na Iniciação, porque ele recebe a energia primária que se subdivide em dez radiações esplendorosas. Essa energia primária circula pelos canais nervosos secundários, animando e alimentando todos os chacras. O plexo solar é governado pelo Sol. Se o estudante quiser possuir uma vigorosa clarividência, realmente objetiva no sentido mais completo da palavra, deve aprender a levar a energia solar, desde o seu depósito no plexo solar até o chacra frontal. O mantram SUI−RA é a chave que nos permite extrair energia solar, do plexo do sol para levá−la ao centro frontal. Deve ser vocalizado assim: SUIIIII − RAAAA. Uma hora por dia e o resultado será o despertar do chacra frontal positivamente. Se quisermos força solar para o chacra laríngeo, devemos vocalizar o mantram SUE−RA como segue: SUEEEE − RAAAA. Se necessitamos de energia solar para o loto do coração deveremos vocalizar o mantram SUO−RA assim: SUOOOOOO − RAAAAA. Tudo se resume no grande SUA−RA, onde, segundo os Vedas e os Sastras, se encontra o silencioso Gandarva (músico celeste). É mister saber utilizar a energia solar depositada no plexo solar. Convém que os aspirantes à Iniciação se deitem em decúbito dorsal com os pés sobre o leito e com os joelhos para o alto (vide Lâmina 16 sobre o Chac Mool). É óbvio que, ao pormos as plantas dos pés sobre a cama, os joelhos ficarão elevados, dirigidos para o céu, para Urânia.

O aspirante nesta posição deverá imaginar que a energia do Sol penetra no seu plexo solar, fazendo vibrar e rodar da esquerda para a direita, no mesmo sentido dos ponteiros de um relógio. Este exercício pode ser feito por uma hora diária. O mantram básico deste centro magnético é a vogal U, que deve ser vocalizada prolongando o som assim: U U U U U U… Um plexo solar bem desperto produz uma maravilhosa animação em todos os chacras do organismo. Assim, ficamos preparados para a Iniciação.

O Chac Mool foi venerado pelo México Serpentino. Duas castas guerreiras adoravam−no. Chac Mool era levado em grandes procissões e entrava nos templos aztecas. Era adorado pelas multidões, que lhe rogavam até chuvas para a terra. Este grande Mestre ajuda aos que o invocam. Naquele tempo, usavam medalhas e esculturas com a figura de Chac Mool, como amuletos.

Civilizações Serpentinas

Nos Grandes Templos de Mistérios das civilizações serpentinas recebia−se a Iniciação autêntica. Somente as civilizações serpentinas são verdadeiras civilizações.

É necessário que a vanguarda da evolução humana, constituída por todos os nossos amados irmãos teosofistas, rosacrucistas, iogues, hermetistas, espiritualistas, etc., abandonam os seus velhos preconceitos e temores a fim de se unirem e criar em conjunto uma nova civilização serpentina. Urge saber que a atual barbárie, falsamente chamada civilização moderna, está prestes a sofrer a sua catástrofe final. O mundo se debate num caos espantoso, e, se quisermos verdadeiramente salvá−lo, necessitamos unir−nos para criar uma civilização serpentina. A Civilização de Aquário. Necessitamos fazer um esforço supremo e até desesperado para salvar o mundo, porque até agora tudo está perdido.

O Movimento Gnóstico não é sectário. O Movimento Gnóstico é constituído pelo Exército de Salvação Mundial, por todas as Escolas Espiritualistas, por todas as Lojas, Religiões e Seitas.

O Círculo Exotérico e o Círculo Esotérico

A humanidade se desenvolve em dois círculos: o exotérico e o esotérico. O exotérico é o público e o esotérico é o secreto. No exotérico vivem as multidões. No esotérico, os Adeptos da Grande Fraternidade Branca. É um dever de todos os Irmãos Iniciados ajudarem aos do círculo público. É necessário trazer muitos para o círculo secreto da Irmandade Branca. O caminho iniciático é uma verdadeira revolução da consciência. Esta revolução tem três aspectos perfeitamente definidos: Primeiro: nascer; segundo: morrer; terceiro: sacrificar−se pela humanidade, dar a vida pela humanidade. Lutar para trazer os demais para a Senda Secreta.

Nascer é um problema absolutamente sexual. Morrer é trabalho de dissolução do Eu, do Ego. Sacrifício pelos demais homens é amor.

No círculo público existem milhares de escolas, seitas, livros, teorias, contradições, etc. Trata−se de um labirinto, de onde só sai o mais forte. Todas essas escolas são realmente úteis. Em todas elas achamos grãos de verdade. Todas as Religiões são santas e divinas; todas são necessárias. No entanto, só encontram o caminho secreto os mais fortes. Este caminho é odiado de morte pelos infra−sexuais, que se julgam mais perfeitos que o Terceiro Logos. Estes jamais encontrarão a Senda Secreta, a Senda do Fio da Navalha. A Senda Secreta é o sexo. Por este caminho apertado, estreito e difícil chegaremos ao círculo esotérico, ao Sanctum Regnum Dei, ao Magis Regnum.

Os Chackras e os Plexos

O candidato à Iniciação deve conhecer a fundo a posição dos chacras e dos plexos. O fundamental (Chacra Muladhara) está situado na base da espinha dorsal, na altura da quarta vértebra sacra, plexo coccígeo.

O chacra esplênico, sobre o baço. Primeira vértebra lombar. Plexo esplênico, o qual obedece ao plexo solar. Todavia, temos que reconhecer que o verdadeiro segundo centro é o prostático e não o esplênico.

Chacra umbelical está situado sobre o umbigo, na altura da oitava vértebra dorsal. Plexo solar.

Chacra cardíaco − sobre o coração, oitava cervical, plexo cardíaco.

Chacra laríngeo − sobre a laringe e glândula tireóide, terceira cervical, plexo faríngeo.

Chacra frontal − sobre o entrecenho, primeira cervical, plexo carotídeo. É de real importância saber que os chacras e os plexos se acham conectados mediante fios nervosos.

Ao subir pela medula espinhal, a Serpente põe em atividade os chacras espinhais e por indução entram em atividade os plexos. Os chacras se acham no sistema nervoso cérebro espinhal e os plexos no sistema nervoso simpático.

Conforme a Serpente vai subindo pelo canal medular, vai pondo em plena atividade, em ordem sucessiva, as Igrejas ou chacras espinhais; e estes, por sua vez, por indução elétrica, fazem imediatamente vibrar os seus correspondentes plexos simpáticos. É de suma importância saber que cada chacra espinhal e cada plexo simpático é sétuplo em sua constituição interna, o mesmo acontecendo com a setenária Serpente Ígnea de nossos mágicos poderes.

A primeira serpente abre os chacras no mundo físico. A segunda serpente no mundo etérico. A terceira no astral. A quarta no mental. A quinta serpente no causal. A sexta no buddhico e a sétima no Íntimo. Este processo é igual em relação aos plexos, porque os chacras ou Igrejas estão conectados aos plexos por seus ramos nervosos.

Não deve, pois, desesperar−se o Iniciado por não ter aberto os chacras astrais com a primeira serpente, pois que estes só se abrem com a terceira serpente (a do Astral). Com a primeira serpente só se abrem no Íntimo as contra−partes do físico. Tenha−se em conta que o Íntimo é a contraparte do físico.

Esclarecimentos

A Iniciação não se pode comprar com dinheiro, nem remeter por correspondência. A Iniciação não se compra e nem se vende. A Iniciação é a sua própria vida, acompanhada pelas festas dos Templos. É mister afastarmo−nos de todos aqueles impostores que vendem iniciações. É mister que nos retiremos de todos os que dão iniciações por correspondência.

A Iniciação é algo muito íntimo, muito secreto, muito divino. Fuja de todo aquele que disser: eu tenho tantas Iniciações, ou tantos Graus. Afaste−se de todo aquele que afirmar: “Eu sou um Mestre de Mistérios Maiores, recebi tantas Iniciações”. Lembre−se, bom leitor, que o Eu, que a Personalidade, não recebem Iniciações. A Iniciação é questão do Íntimo, é assunto da Consciência, coisas delicadíssimas da Alma. Essas coisas não se andam dizendo. Nenhum verdadeiro Adepto diria jamais frases como estas: “Eu sou um Mestre da Loja Branca”. “Eu tenho tal Grau”. “Eu possuo tantas Iniciações”. “Eu tenho tais poderes, etc.”.

O Problema da Iluminação Interna

Muitíssimos estudantes ocultistas querem iluminação interna e sofrem terrivelmente porque, apesar de muitíssimos anos de estudo e de práticas esotéricas, continuam tão cegos e inconscientes como quando começaram a ler os primeiros livros. Nós, os Irmãos do Templo, sabemos por experiência própria que o chacra cardíaco é definitivo para a iluminação interior.

O Shiva Samhita, livro precioso da Índia, fala detidamente sobre os benefícios que obtêm o Iogue ao meditar no Chacra do Coração Tranquilo. “O Iogue adquire imensos conhecimentos, conhece o passado, o presente e o futuro. Tem clariaudiência e clarividência e pode ir pelos ares aonde lhe apraza. Vê os Adeptos e as Deusas Ioguinas. Obtém a faculdade chamada Khechari (mover−se pelos ares) e Buchari (ir à vontade por todos os recantos do mundo)”.

Aqueles que quiserem aprender a sair em corpo astral à vontade, aqueles que quiserem entrar na ciência dos Jinas para aprender a meter seu corpo físico dentro da quarta dimensão e transportar seu corpo físico sem necessidade de aeronave a qualquer lugar do mundo, aqueles que necessitem urgentemente da clariaudiência e da clarividência, devem concentrar diariamente sua mente no chacra cardíaco e meditar profundamente neste centro maravilhoso.

Uma hora diária de meditação neste centro dá um resultado maravilhoso. O mantram deste chacra é a vogal O que se vocaliza alongando o som assim: Oooooooooooo. Tem−se que orar a Cristo pedindo, durante a prática aqui indicada, que nos desperte o chacra do coração.

Resumo das Cinco Grandes Iniciações

Primeira Iniciação − O Íntimo e a Alma Consciência (Buddhi) se fundem, formando−se assim um novo Iniciado. Mais um que entrou na corrente.

Segunda Iniciação − Nasce o Corpo Etérico, chamado Soma Puchicon.

Terceira Iniciação − Abrem−se os chacras do Corpo Astral e nasce o Astral Cristo, como um menino cheio de beleza.

Quarta Iniciação − Nasce o Mental Cristo, como um preciosíssimo menino. O Iniciado nasceu como um novo Buddha.

Quinta Iniciação − A Alma Humana, ou Corpo Causal, ou Corpo da Vontade, funde−se com o Mestre Interno, o qual é Atman Buddhi (Íntimo e Consciência). Assim, as três chamas são una. Este é um novo e legítimo Mestre de Mistérios Maiores da Loja Branca. Quem alcança a Quinta Iniciação pode entrar no Nirvana. Quem alcança a Quinta Iniciação nasce no Causal. Quem alcança a Quinta Iniciação encarna a Alma. Só aquele que chega à Quinta Iniciação é Homem com Alma, isto é, Homem verdadeiro.

Os Veículos do Fogo

Os atuais corpos Etérico, Astral, Mental e Causal que a Teosofia estuda, são unicamente corpos fantasmagóricos, simples formas mentais, que devemos dissolver na senda iniciática. O homem pode viajar com o seu astral de fantasma e o faz normalmente durante o sono, ou quando aprende a viajar consciente e positivamente em corpo astral. No entanto, é necessário engendrar o Astral Cristo. Este novo Veículo do Fogo é imensamente superior ao fantasma astral. O mesmo podemos dizer a respeito dos demais veículos. Necessitamos de fato dos Corpos Crísticos.

Estes Veículos do Fogo não nascem do nada, mas só nascem de seu gérmen como tudo o que existe. O gérmen de cada Veículo do Fogo está no sistema seminal. O problema é, portanto, absolutamente sexual e somente com a Magia Sexual brota o gérmen de cada Veículo Crístico. Do mesmo modo como a árvore dorme em estado latente dentro de seu gérmen de vida, assim também cada Veículo dorme dentro de seu gérmen sexual.

Paciência e Tenacidade

Os poderes não se conseguem brincando. Isto é questão de muitíssima paciência. Os inconstantes, aqueles que andam buscando fenômenos, os que após alguns meses de práticas já estão exigindo manifestações, realmente não estão preparados para o Ocultismo. Gente assim não serve para estes estudos, porque não está madura, ainda. Às pessoas deste quilate aconselhamos que se afiliem a qualquer religião e aguardem um pouco até amadurecerem. Para percorrer a Senda do Fio da Navalha é necessária a paciência do Santo Jó. Para caminhar na Senda do Fio da Navalha é necessária a tenacidade do aço muito bem temperado.

Fé Consciente

Pessoas cheias de dúvida que se metem em ocultismo prático fracassam totalmente. Os que duvidam de nossos ensinamentos não se acham ainda preparados para a Senda do Fio da Navalha. Às pessoas assim, melhor seria que se afiliassem a qualquer religião e pedissem à Grande Realidade o poder solar da fé consciente. Ao haverem conseguido a fé consciente então já estarão preparados para ingressar neste caminho apertado, estreito e difícil. Quem duvidar do Ocultismo não deve percorrer este difícil caminho, enquanto não receber o poder da fé consciente. O ocultista que duvida, pode tornar−se louco. A fé é um poder solar maravilhoso.

Religiões e Escolas

Todas as religiões e escolas espiritualistas que existem no mundo são muito necessárias e servem como ante−sala para entrar no vestíbulo da Sabedoria. Jamais devemos nos pronunciar contra essas escolas e religiões, porque todas são necessárias ao mundo. Nestas escolas e religiões recebemos as primeiras luzes da espiritualidade. Lamentável seria um povo sem religião, um povo onde houvesse perseguição à gente dedicada aos estudos espirituais. Realmente, um povo sem religião é uma monstruosidade. Cada grupo humano necessita de sua escola, sua religião, sua seita, seus instrutores, etc. Cada grupo humano é diferente e, portanto, as distintas escolas e religiões são imprescindíveis.

Quem percorre a Senda da Iniciação, deve saber respeitar as crenças alheias.

A Caridade

Quem percorre o caminho do Matrimônio Perfeito deve desenvolver a caridade. Gente cruel e sem piedade não progride neste caminho. Urge aprender a amar e estar sempre disposto a dar até a última gota de sangue pelos outros. O calor da caridade abre todas as portas do coração. O calor da caridade traz fé solar à mente. A caridade é amor consciente. O fogo da caridade desenvolve o chacra do coração. O fogo da caridade permite à serpente sexual subir rapidamente pelo canal medular. Quem quiser avançar celeremente pela Senda do Fio da Navalha, deve praticar Magia Sexual intensamente e entregar−se de corpo e alma à grande caridade universal, sacrificando−se assim de modo absoluto por seus semelhantes e dando o seu sangue e a sua vida por eles, conseguirá cristificar−se rapidamente.

Desenvolvimento Psíquico

Toda sensação é uma troca elemental no estado da psique. Há sensações em cada uma das seis dimensões básicas da natureza e do homem, todas elas acompanhadas de mudanças elementais da psique.

As sensações experimentadas deixam sempre uma impressão em nossa memória. Temos dois tipos de memória: a animal e a espiritual. A primeira conserva a recordação das sensações físicas e a segunda conserva as recordações das sensações experimentadas nas dimensões superiores do espaço. As recordações das sensações constituem as percepções. Toda percepção física ou psíquica é realmente a recordação de uma sensação. As recordações das sensações organizam−se em grupos que se associam ou se dissociam, se atraem ou se repelem.

As sensações bipolarizam−se em duas correntes perfeitamente definidas. A primeira obedece ao caráter das sensações e a segunda obedece ao tempo de recepção das sensações.

A soma total das várias sensações convertidas em causa comum projeta−se externamente como objeto. Por isso dizemos: esta árvore é verde, é alta, é baixa, tem odor agradável, ou desagradável, etc. Quando a percepção é no mundo astral ou no mental dizemos: este objeto ou este sujeito tem tais qualidades, tal cor. Neste último caso a soma total das sensações é interna, sendo a sua projeção também interna, e pertence à quarta, quinta, ou sexta dimensões, etc. As percepções físicas são vistas com o aparelho físico e as psíquicas com o aparelho psíquico. Assim como possuímos sentidos físicos de percepção, possuímos também sentidos psíquicos de percepção. Todo aquele que percorre a Senda da Iniciação tem que desenvolver estes sentidos psíquicos.

Os conceitos formam−se sempre com as recordações das percepções. Deste modo, os conceitos emitidos pelos Grande Adeptos fundadores de Religiões, devem−se às recordações transcendentais de suas percepções psíquicas.

A formação das percepções conduz à formação das palavras e à aparição da linguagem. A formação das percepções internas conduz à formação da linguagem mântrica e à aparição da Linguagem de Ouro, falada pelos Adeptos e pelos Anjos.

Torna−se impossível a existência da linguagem quando não há conceitos e não havendo conceitos, é porque não há percepções. Aqueles que lançam conceitos sobre os mundos internos, sem nunca tê−los percebido, comumente falseiam a realidade, ainda que tenham boas intenções.

Nos níveis elementais da vida psíquica muitas sensações são expressas com gritos, alaridos, sons, etc., que revelam alegria ou terror, prazer ou dor. Isto acontece tanto no mundo físico, como nos mundos internos.

O aparecimento da linguagem representa uma mudança na consciência. Do mesmo modo, quando o discípulo começar a falar na linguagem cósmica universal, é porque houve uma mudança de consciência. Somente o fogo universal da serpente e a dissolução do ego reencarnante podem provocar semelhante mudança.

Conceito e palavra são uma mesma substância. O conceito é interno e a palavra é externa. Este processo é semelhante em todos os níveis da consciência e em todas as dimensões do espaço. As idéias são unicamente conceitos abstratos. As idéias são conceitos maiores e pertencem ao mundo dos Arquétipos Espirituais. Todas as coisas existentes no mundo físico são cópias desses Arquétipos. Durante o Samadhi, o Iniciado pode, em viagens astrais ou super−astrais, visitar o Mundo dos Arquétipos Espirituais.

O conteúdo místico das sensações e emoções transcendentais não pode ser expresso na linguagem comum. As palavras só podem sugeri−lo ou assinalá−lo. Realmente só a Arte Régia da Natureza pode definir essas emoções superlativas e transcendentais. Em toda civilização serpentina conheceu−se a Arte Régia. As pirâmides do Egito e do México, a Esfinge milenar, os velhos monolitos, os hieróglifos sagrados, as esculturas dos deuses, etc., são testemunhas arcaicas da Arte Régia, que só fala à consciência e aos ouvidos dos Iniciados. O Iniciado aprende esta Arte Régia durante o êxtase místico.

O espaço com suas propriedades é uma forma de nossa receptividade sensível; isto o comprovamos quando mediante o desenvolvimento das chacras chegamos a perceber todo o espaço em forma tetradimensional, em lugar da forma tridimensional, à qual antes estávamos acostumados.

As características do mundo mudam, quando muda o aparelho psíquico. O desenvolvimento dos chacras faz com que o mundo mude para o Iniciado. Com o desenvolvimento dos chacras eliminamos da nossa mente os elementos subjetivos das percepções. Subjetivo é o que não tem realidade; objetivo é o Espiritual, o Real.

Com o despertar dos chacras, mediante a disciplina interna, advém um aumento das características psíquicas. A novidade no território psíquico obscurece as mudanças que se processam simultaneamente na percepção do mundo físico. Percebe−se o novo, mas o iniciado não é capaz de definir logicamente e de forma axiomática a diferença científica que existe entre o velho e o novo. O resultado de semelhante incapacidade é a falta do perfeito equilíbrio conceitual. Urge, pois, conseguir o equilíbrio conceitual para que a exposição doutrinária dos Iniciados possa cumprir corretamente a sua finalidade.

A mudança de consciência é o objetivo verdadeiro da disciplina esotérica.

Necessitamos da Consciência Cósmica. Esta é o sentido de uma consciência do cosmos, isto é, da vida e da ordem do universo. A Consciência Cósmica traz à existência um novo tipo de intelectualismo. A Intelecção Iluminada, cuja faculdade é uma característica do Super−Homem. Existem três tipos de consciência: Consciência Simples, Auto−Consciência Individual, Consciência Cósmica. As bestas possuem a primeira. O animal intelectual chamado homem, a segunda. Os Deuses, a terceira. Quando nasce a Consciência Cósmica no homem, este sente internamente como se o Fogo da Serpente o consumisse e o cintilar do esplendor Brahmico penetra em sua Mente e em sua Consciência e desde esse instante é iniciado em uma nova e superior ordem de idéias. O deleite Brahmico tem sabor de Nirvana.

O Iniciado, ao ser iluminado pelo Fogo Brahmico, entra no Círculo Esotérico ou Secreto da Humanidade. Neste Círculo encontramos uma família inefável, constituída por aqueles Velhos Hierofantes que são conhecidos no Mundo como Avataras, Deuses, Profetas, etc. Os membros desta distinta família encontram−se entre todas as adiantadas raças da espécie humana. Seres que são fundadores do Buddhismo, do Taoísmo, do Cristianismo, do Sufismo, etc. Estes seres são realmente raros, mas apesar disso são, na verdade, os dirigentes e reitores da espécie humana.

A Consciência Cósmica possui infinitos graus de desenvolvimento. A Consciência Cósmica de um novo Iniciado é inferior à de um Anjo e a de um Anjo não pode ter o desenvolvimento da de um Arcanjo. Nisto há graus e graus. Eis aí a Escala de Jacó. É impossível chegar à Consciência Cósmica sem a santidade. É impossível alcançar a santidade sem o Amor. O Amor é o caminho da Santidade. A forma de manifestação mais grandiosa do amor consegue−se durante a Magia Sexual. Nesses instantes sublimes o homem e a mulher são um só ser hermafrodita, terrivelmente divino.

A Magia Sexual oferece todas as condições internas necessárias para receber o esplendor Brahmico. A Magia Sexual proporciona ao devoto todos os elementos ígneos necessários para o nascimento da Consciência Cósmica.

Para o aparecimento da Consciência Cósmica é necessária certa cultura, a educação dos elementos afins à Consciência Cósmica e a eliminação dos elementos contrários à Consciência Cósmica.

Um dos traços mais característicos dos indivíduos preparados para receber a Consciência Cósmica, é que vêem o mundo como Maya (ilusão). Eles pressentem que o mundo, tal como a gente vê, é só uma ilusão e por isso buscam a Grande Realidade, o Espiritual, o Verdadeiro, aquilo que está além da ilusão. Para o nascimento da Consciência Cósmica é necessário que o homem se entregue totalmente ao Espiritual, ao Interno.

A Magia Sexual confere ao Iniciado todas as possibilidades requeridas para lograr o esplendor Brahmico e o nascimento da Consciência Cósmica. Urge combinar a Magia Sexual com a meditação interna e a santidade. Assim nos preparamos para receber o esplendor Brahmico.

Realmente os Anjos são homens perfeitos. O homem que alcança o estado de perfeição, converte−se em Anjo. Os que afirmam que o Anjo é inferior ao homem estão falseando com a verdade. Ninguém pode alcançar o estado angélico, antes de haver conseguido o estado de homem perfeito. Ninguém pode alcançar o estado de homem perfeito, sem antes encarnar a sua Alma. Isso é um problema sexual. O Anjo só nasce nos homens verdadeiros. Só nos homens verdadeiros nasce a Consciência Cósmica.

Capítulo 18 – Consciência, Subconsciência, Supraconsciência, Clarividência Capítulo 20 – Ressurreição e Reencarnação