Bem-vindo a Sociedade Gnóstica | SGI

As Duas Marias

Existem duas serpentes: a que sobe pelo canal medular e a que desce. Nos magos brancos a serpente sobe, porque eles não derramam o sêmen. Nos magos negros a serpente desce, porque eles derramam o sêmen.

A serpente subindo pelo canal medular é a Virgem. A serpente descendo do cóccix para os infernos atômicos da natureza é a Santa Maria da magia negra e da bruxaria. Eis as duas Marias: a branca e a negra. Os magos brancos rechaçam a Santa Maria negra. Os magos negros odeiam mortalmente a Virgem Maria branca. Quem se atrever a pronunciar o nome da Virgem nos salões da bruxaria é atacado imediatamente pelos tenebrosos. Quando o Iniciado está trabalhando na Grande Obra tem que lutar terrivelmente contra os adeptos de Santa Maria.

As forças criadoras são tríplices: masculinas, femininas e neutras. Essas forças fluem de cima para baixo.

Quem quiser regenerar−se terá que mudar este movimento e fazer retornar estas energias criadoras para dentro e para cima. Isso é até contrário aos interesses da natureza. Os tenebrosos então sentem−se ofendidos e atacam o Iniciado terrivelmente. As mulheres adeptas da mão negra assaltam sexualmente o Iniciado para descarregá−lo. Isto sucede especialmente durante o sono. Assim advêm as poluções noturnas. O estudante sonha com belas mulheres que o descarregam sexualmente para impedir a ascensão do fogo pelo canal medular. Os tenebrosos no abismo adoram à Santa Maria e cantam−lhe versos de maligna sublimidade.

Os magos brancos adoram à Virgem, que como Serpente de Fogo sobe pelo canal medular, e nela apoiam sua cabeça, como o menino nos braços de sua mãe adorável.

Na Índia adora−se a Kali, a Divina Mãe Kundalini, mas também adora−se a Kali em seu aspecto negro e fatal. Estas são as duas Marias; a branca e a negra. As duas serpentes: a Serpente de Cobre que curava os Israelitas no deserto e a Serpente Tentadora do Edén.

Existem Iniciações brancas e Iniciações negras. Templos de luz e templos de trevas. Todos os graus e todas as Iniciações fundamentam−se na serpente. Quando esta sobe, convertemo−nos em anjos, quando desce convertemo−nos em diabos. Vamos relatar agora uma Iniciação Negra, tal como foi investigada por nós.

O aspirante foi tirado do corpo físico quando estava dormindo. A festa dos demônios celebrou−se em uma rua. Todos os assistentes estavam em corpo astral. O neófito praticava Magia Sexual negativa com derramamento do sêmen. Estava assim progredindo na ciência dos demônios, que se apresentavam à festa vestidos com túnicas negras. A festa foi uma verdadeira assembléia de bruxos. Terminada a orgia, os Adeptos da Mão Esquerda conduziram seu discípulo muito amado a um templo de cor amarela, templo que era um antro de Magia Negra. Visto de fora, esse templo parecia uma humilde capela religiosa. Por dentro era um magnífico palácio. No interior do templo havia dois pavimentos e magníficos corredores por onde transitavam os tenebrosos. Os adeptos da sombra felicitaram o candidato por seus triunfos tenebrosos. Era horrível ver os Adeptos de Santa Maria. O candidato sentia−se em seu ambiente. O rabo do diabo aparecia naqueles fantasmas astrais. A festa das trevas foi magnífica. Um sacerdote do abismo subiu numa pedra para pronunciar um sermão. Este fantasma era um equivocado sincero. Um homem de boas intenções, mas perdido fatalmente. Este Adepto das sombras disse solenemente: “Eu serei fiel à minha religião, nada me fará dar um passo atrás. Isto é sagrado”.

O tenebroso continuou depois com um longo discurso que todos aplaudiram.

O homenageado, que tinha tido a desgraça de despertar o Kundalini em forma negativa, foi marcado com um selo fatal. Esta marca era triangular, e tinha linhas negras e cinzentas. Antes de ser usado, o selo foi primeiro colocado ao fogo. A marca do selo foi posta em baixo do pulmão esquerdo.

Os tenebrosos puseram no discípulo um nome fatal, que foi gravado com letras negras no antebraço esquerdo.

O novo Iniciado Negro foi depois conduzido ante uma estátua de beleza terrivelmente maligna, que simboliza a Deusa Negra, o Reino de Santa Maria. O discípulo, sentado ante essa estátua, cruzou as pernas no estilo anagarika, a esquerda sobre a direita. Colocou suas mãos na cintura e se concentrou na Deusa Fatal. Depois de tudo isso o tenebroso regressou ao seu corpo feliz e “triunfante”.

Até aqui a investigação feita por nós, em relação com as Iniciações do Abismo.

Todos aqueles que seguirem o caminho do Matrimônio Perfeito, deverão defender−se dos tenebrosos.

Estes tentam tirar o devoto do real caminho para fazê−lo membro da Loja Negra. Quando conseguem seu objetivo, então o estudante é levado ao banquete dos demônios.

A luta é terrível: cérebro contra sexo; sexo contra cérebro, e o que é mais terrível, e o que é mais doloroso, é aquilo de coração contra coração . Tu o sabes…

Necessitamos crucificar todos os afetos humanos. Abandonar tudo aquilo que significa paixão carnal. Isto é dificílimo. O passado grita, clama, chora, suplica… isto é terrivelmente doloroso.

O Super−Homem é o resultado de uma tremenda Revolução da Consciência. Aqueles que acreditam que a evolução mecânica da Natureza nos converte em Mestres estão absolutamente equivocados. O Mestre é o resultado de uma tremenda Revolução da Consciência.

Necessitamos lutar contra a Natureza e contra a sombra da Natureza.

Capítulo 12 – Dois Rituais Capítulo 14 – O Trabalho com o Demônio