Bem-vindo a Sociedade Gnóstica Internacional

11 abr 2012

O Segredo Perdido de Fátima

Quando uma jovem freira escreve uma carta com a intenção de divulgar um segredo importantíssimo para o catolicismo, mas o Vaticano decide mantê-la escondida por quase 50 anos, temendo que seu conteúdo explosivo abale o mundo, é natural que muitos acreditem que meio século atrás a humanidade teria sido avisada que seu terrível fim estava selado caso não decidisse mudar os seus rumos.

Nas proximidades do vilarejo de Fátima, em Portugal, no ano de 1917, três crianças afirmam terem tido visões da Virgem Maria. Ela teria entregue às crianças três enigmáticos segredos sobre o triste futuro da humanidade. A última parte das profecias, que pode ter previsto o pior dos cataclismos nucleares que daria fim à existência da humanidade, foi cercada de mistérios por 83 anos.

Em 13 de maio, Lucia Santos, então com 10 anos de idade, e seus primos mais jovens, Jacinta e Francisco Marto caminhavam por uma campina. Segundo o relato das crianças, de repente elas viram uma luz. Uma nuvem e uma imagem surgiram diante delas, na forma de uma mulher toda revestida de branco, descrita como sendo mais brilhante que o sol.

De acordo com as crianças, as mensagens entregues por esta mulher revelavam que Deus havia ficado furioso com a humanidade por causa de seus pecados, e a punição viria por meio da guerra e da aniquilação. A Virgem Maria disse às três crianças que viessem até aquele mesmo local todo dia 13, para que ela revelasse como a humanidade poderia se redimir.

Apesar das crianças terem combinado que manteriam a história em segredo, não demorou para que uma delas desse com a língua nos dentes. Não demorou para que toda a região ficasse sabendo das aparições. No mês seguinte, dezenas as acompanharam até a campina, mas tudo o que viram foram as crianças entrando em uma espécie de transe durante a aparição da Virgem Maria.

Em 13 de julho de 1917, a data da terceira aparição, Maria cumpriu a promessa de revelar quais o pecados da humanidade, como ela poderia se redimir e quais horrores sofreria caso continuasse a ofender Deus. Ela teria entregue três profecias secretas que as crianças não poderiam revelar até a chegada da hora apropriada.

Diante do temor das crianças de que as pessoas não acreditariam no que elas tinham para revelar, a Virgem Maria prometeu que em 13 de outubro ela realizaria um milagre diante de todos, como prova de que aquilo tudo era verdade. Segundo os relatos, nessa data, cerca de 70 mil pessoas testemunharam o sol dançando no céu.

Leia ainda:

O Mistério do Manto da Virgem de Guadalupe
Uma Máquina do Tempo no Vaticano
O Santo Sudário e a Ressurreição de Jesus

Mais de duas décadas depois da aparição da Virgem Maria e da entrega dos três segredos, Lucia Santos, vivendo em um convento espanhol, decidiu que o mundo estava pronto para conhecer os dois primeiros segredos de Fátima. O primeiro segredo, interpretado como uma visão do inferno que espera a humanidade que ofendia a Deus, seria o seguinte:

Nossa Senhora mostrou-nos um grande mar de fogo que parecia estar debaixo da terra. Mergulhados neste fogo os demónios e as almas, como se fossem brasas transparentes e negras ou bronzeadas com forma humana, que flutuavam no incêndio levadas pelas chamas que delas mesmas saíam, juntamente com nuvens de fumo, caindo para todos os lados, semelhante ao cair das faúlhas em os grandes incêndios, sem peso nem equilíbrio, entre gritos e gemidos de dor e desespero que horrorizava e fazia estremecer de pavor. Os demónios distinguiam-se por formas horríveis e asquerosas de animais espantosos e desconhecidos, mas transparentes e negros. Esta vista durou um momento, e graças à nossa boa Mãe do Céu, que antes nos tinha prevenido com a promessa de nos levar para o Céu! Se assim não fosse, creio que teríamos morrido de susto e pavor.

O segundo segredo, que profetiza uma segunda guerra mundial, o nome de um Papa que ainda viria a assumir o Pontificado Romano, além da conversão da Rússia, seria a seguinte:

Em seguida, levantamos os olhos para Nossa Senhora que nos disse com bondade e tristeza: Vistes o Inferno, para onde vão as almas dos pobres pecadores. Para as salvar, Deus quer estabelecer no mundo a devoção a meu Imaculado Coração. Se fizerem o que eu disser salvar-se-ão muitas almas e terão paz. A guerra vai acabar, mas se não deixarem de ofender a Deus, no reinado de Pio XI começará outra pior. Quando virdes uma noite, alumiada por uma luz desconhecida, sabei que é o grande sinal que Deus vos dá de que vai punir o mundo pelos seus crimes, por meio da guerra, da fome e de perseguições à Igreja e ao Santo Padre. Para a impedir virei pedir a consagração da Rússia a meu Imaculado Coração e a Comunhão Reparadora nos Primeiros Sábados. Se atenderem a meus pedidos, a Rússia se converterá e terão paz, se não, espalhará seus erros pelo mundo, promovendo guerras e perseguições à Igreja, os bons serão martirizados, o Santo Padre terá muito que sofrer, várias nações serão aniquiladas, por fim o meu Imaculado Coração triunfará. O Santo Padre consagrar-me-á a Rússia, que se converterá, e será concedido ao mundo algum tempo de paz.

Muitos chamam a atenção para indicação da aparição de uma luz desconhecida como presságio da nova guerra, relacionando este trecho da profecia com a estranha onda de auroras boreais que tomaram os céus europeus em 25 de janeiro 1938, apenas dois meses depois de Adolf Hitler ter comunicado seus planos de guerra aos seus conselheiros. Além disso, foi sob o pontificado de Pio XI que Hitler invadiu a Áustria, o que ocorreu pouco mais de um mês após os fenômenos celestes acima descritos.

Os estudiosos acreditam ainda que a consagração da Rússia mencionada neste segundo segredo teria garantido um período de paz à humanidade, já que a ideologia comunista e sua influência sobre a religiosidade não teriam atravessado a Europa e chegado às Américas. Como Pio XI recusou-se à realizar a consagração deixando a tarefa para Pio XII, a vontade da Virgem Maria não fora cumprida, trazendo como consequência a dispersão dos seus mencionados erros pelo mundo e a Guerra Fria.

Quanto ao terceiro segredo, escrito três anos mais tarde que os dois primeiros, Lucia deixou claro que desejava que ele fosse revelado apenas em 1960, pois somente nesta época – auge a Guerra Fria – a humanidade seria capaz de interpretá-lo. Mas isso acabou não acontecendo. Papa após Papa, nenhum pontífice decidiu revelar o terceiro segredo. Eis seu conteúdo:

Depois das duas partes que já expus, vimos ao lado esquerdo de Nossa Senhora um pouco mais alto um Anjo com uma espada de fogo em a mão esquerda; ao cintilar, despedia chamas que parecia iam incendiar o mundo; mas apagavam-se com o contacto do brilho que da mão direita expedia Nossa Senhora ao seu encontro: O Anjo apontando com a mão direita para a terra, com voz forte disse: Penitência, Penitência, Penitência! E vimos n’uma luz imensa que é Deus: “algo semelhante a como se vêem as pessoas n’um espelho quando lhe passam por diante” um Bispo vestido de Branco “tivemos o pressentimento de que era o Santo Padre”. Vários outros Bispos, Sacerdotes, religiosos e religiosas subir uma escabrosa montanha, no cimo da qual estava uma grande Cruz de troncos toscos como se fora de sobreiro com a casca; o Santo Padre, antes de chegar aí, atravessou uma grande cidade meia em ruínas, e meio trémulo com andar vacilante, acabrunhado de dor e pena, ia orando pelas almas dos cadáveres que encontrava pelo caminho; chegado ao cimo do monte, prostrado de joelhos aos pés da grande Cruz foi morto por um grupo de soldados que lhe dispararam vários tiros e setas, e assim mesmo foram morrendo uns trás outros os Bispos Sacerdotes, religiosos e religiosas e varias pessoas seculares, cavalheiros e senhoras de varias classes e posições. Sob os dois braços da Cruz estavam dois Anjos cada um com um regador de cristal em a mão, n’êles recolhiam o sangue dos mártires e com ele regavam as almas que se aproximavam de Deus.

A hesitação na revelação deste segredo fez com que muitos acreditassem que seu conteúdo tratasse da corrupção do Vaticano, do abandono das princípios de fé indicados nas escrituras e da subsequente queda da Igreja Católica. Por outro lado, muitos especularam que o segredo estivesse relacionado com uma hecatombe de proporções mundiais, que aniquilaria toda a humanidade.

Finalmente, em 13 de maio de 2000, no 83° aniversário da primeira aparição da Virgem Maria àquelas crianças portuguesas, o Vaticano anunciou ao mundo que revelaria o terceiro segredo. O conteúdo da carta foi revelado, e como pode ser lido acima, a primeira parte do segredo fala sobre um conflito que foi evitado, quando a Virgem evita que o Anjo tocasse o mundo com sua espada flamejante.

Este evento seria o conflito nuclear que quase foi desatado quando a União Soviética instalou mísseis nucleares em Cuba, aumentando a tensão existente entre os mundos capitalista e comunista e colocando o mundo inteiro em estado de alerta máximo. A destruição completa do mundo teria sido evitada pela sagacidade de John Kennedy, o único presidente católico em toda a história dos Estados Unidos.

Ninguém além do próprio Papa conhecia o conteúdo da mensagem. No dia 13 de maio de 1981, o Papa João Paulo II sofreu uma tentativa de assassinato, evento que foi identificado com a passagem em que o Santo Padre é morto por um grupo de soldados. Ao se recuperar do ataque, João Paulo II pediu para rever todos os documentos relacionados aos segredos de Fátima.

Um segundo atentado aconteceu ao mesmo Papa um ano depois, curiosamente numa visita à Fátima. Então, logo após a segunda tentativa de assassinato, em 25 de março de 1984, o Papa decidiu consagrar a Rússia da forma como foi indicada pelo segundo segredo. João Paulo II conclamou os Bispos de todo o mundo para que se unissem a ele na consagração da Rússia ao Sagrado Coração de Maria.

Estudiosos afirmam que esta consagração produziu efeitos profundos e pacíficos no mundo, pois afetou positivamente a Rússia, pois nos anos seguintes a democracia e a liberdade religiosa começaram a ser respeitadas, houve uma aproximação com o mundo capitalista e tanto a União Soviética como a Guerra Fria chegaram o fim. Como se não bastasse, o próprio Mikhail Gorbachev manifestou a vontade de visitar o Papa.

Muito embora os católicos creditem a solução dos conflitos bélicos acima mencionados ao cumprimento da vontade da Virgem Maria que foi manifestada através de seus três segredos, há quem siga acreditando que o Vaticano ainda esconde o verdadeiro terceiro segredo, e que este se relaciona com a destruição completa do mundo como o conhecemos.

Os proponentes desta versão afirmam que o documento revelado pelo Vaticano é mais extenso do que o original, e que não possui a assinatura de Lucia, ao contrário de todas mensagens anteriores escritas por ela. Por outro lado, a mensagem original está disponível no site do Vaticano, e a própria irmã Lucia se entristecia quando ouvia as pessoas dizerem que a mensagem divulgada ao mundo era falsa.

3 Respostas

  1. Luiz Henrique

    Acredito que o Vaticano ainda esconde algo,mas infelizmente é uma escolha deles o que eu acho é que deveria ser comunicado a todos os povos,pois tudo o que a Virgem disse está acontecendo ou prestes a acontecer!

  2. jose antonio de carvalho rocha

    Acho que todos deveriam ver: “Papa João Paulo II em Fulda, Alemanha (nov. 1980)quando ao responder a perguntas sobre a não divulgação do 3o.Segredo, acabou revelando partes do mesmo; e do Papa Bento 16, em homilia aos peregrinos, em Fátima, dia 13 de maio de 2010, quando disse: “Possam os 7 anos que nos separam do Centenário de Fátima, APRESSAR o anunciado triunfo do Imaculado Coração de Maria, para a glória da Santíssima (Mãe de Deus)”. POR FIM, MEU IMACULADO CORAÇÃO TRIUNFARÁ. Porque Bento 16 quer antecipar p/ 2017? O que ele teme? O castigo de DEUS à humanidade?

Deixe um Comentário