Bem-vindo a Sociedade Gnóstica Internacional

22 jul 2012

As Hierarquias dos Sete Raios

Presente em diversas filosofias esotéricas e religiões desde a Antiguidade, o conceito ocultista dos Sete Raios e suas Hierarquias pode ser contemplado tanto no Oriente, na filosofia religiosa hindu e em suas escrituras, como no Ocidente, nas antigas Religiões de Mistérios, nas tradições gnósticas e em muitos textos e expressões artísticas católicas.

No início do século XIX, o conceito dos Sete Raios apareceu de uma maneira mais elaborada nos ensinamentos da Teosofia, apresentadas pela famosa ocultista Madame Blavatsky, para logo ser desenvolvido ainda mais no final daquele século e início do seguinte por escritores também Teosofistas, como Charles Webster Leadbeater, Alice Bailey e Manly Palmer Hall.

Desde então, a ideia dos Sete Raios passou a desempenhar uma parte essencial na estrutura dos ensinamentos de organizações e autores que de uma forma ou outra são derivados destas correntes.

Com o passar do tempo, as Hierarquias dos Sete Raios foram associados aos Ensinamentos dos Mestres Ascensionados, os quais também são baseados nos ensinamentos teosóficos.

Mais que isso, como o desenvolvimento do Movimento da Nova Era na metade do século XX, os Sete Raios e suas Hierarquias foram associados à modalidades metafísicas de cura, tais como o Reiki e outras abordagens.

No entanto, suas origens podem ser encontradas bem antes disso. Na mitologia dos antigos gregos, o deus supremo e luminoso, Zeus, assume a forma de um touro conhecido como Taurus para seduzir e raptar a bela Europa. Em sua narrativa desta história, o poeta romano Ovídio afirma que a face de Taurus brilhava através de sete raios de fogo.

Os oráculos da Caldeia mostram os sete raios como agentes purificadores de Helios, um simbolismo que pode ser encontrado também na Liturgia dos Mistérios de Mitra. O objetivo dos sete raios era garantir a purificação humana, tanto dos corpos como das almas, além de permitir a sua ascensão em direção ao próprio Sol.

Leia ainda:

Os Mestres Ascensionados e os Sete Raios
Os Poderes Psíquicos dos Animais de Estimação
A Medicina dos Animais e os Indígenas Americanos
Os Mantras e seu Mecanismo Energético
Os Portais de Energia de Nossos Corpos Sutis

A existência do conceito dos sete raios nas Religiões de Mistérios é atestada ainda pelo Imperador Romano Juliano, mais tarde chamado de Apóstata, já que mesmo tendo sido criado como cristão, ao assumir seu cargo declarou-se pagão. Ele compôs o chamado Hino ao Sol Solene e o Hino à Mãe dos Deuses, no qual falava dos mistérios secretos do Deus dos Sete Raios.

Mais ou menos na mesma época, os gnósticos usavam em suas práticas mágicas certas pedras preciosas coloridas, as quais funcionavam como talismãs destinados a diferentes finalidades. Tais pedras eram gravadas com um símbolo originalmente egípcio, que representava uma serpente com cabeça de leão, da qual surgiam sete raios. Estes amuletos gnósticos às vezes traziam a figura de Abraxas, mas também acompanhado dos sete raios.

Na iconografia cristã medieval, a pomba do Espírito Santo é mostrada emanando sete raios, da mesma forma que muitas imagens da Virgem Maria. A cena da Transfiguração de Jesus que forma o mosaico presente na abside do Mosteiro Ortodoxo de Santa Catarina, na Península do Sinai, composta no século VI, mostra sete raios de luz emanado do corpo de Cristo.

Numa das mais belas pinturas do holandês van Eyck, datada do século XV, que retrata a Anunciação do Anjo Gabriel à Virgem Maria, os sete dons do Espírito Santo descem sobre ela através de sete raios de luz através de uma janela, com uma pomba que simboliza o Espírito Santo percorrendo o mesmo caminho. Ao contrário do restante da pintura, os raios por onde desce a pomba foram feitos de folhas de ouro, e não de óleo comum, fazendo com que todas as fontes luminosas da pintura projetem sombra, exceto os sete raios.

Já no século XIX, o egiptologista Gerald Massey estabelecia conexões entre as escrituras védicas, a mitologia dos antigos egípcios e as narrativas dos evangelhos cristãos, quando teorizou que a divindade IAO, o deus solar dos sete raios presente nos talismãs gnósticos era a mesma serpente egípcia Chnubis, as sete almas do Faraó, os sete braços do deus hindu Agni e as sete estrelas nas mãos de Cristo no livro do Apocalipse.

Esta mentalidade universalista também pode ser encontrada na Teosofia, a qual sustentava que todas as religiões são esforços das Hierarquias Espirituais para auxiliar a humanidade em sua evolução em direção à perfeição. Portanto, toda religião conteria uma porção daquilo que Helena Blavatsky chamou de Verdade, que é a mesma Gnosis da Tradição Esotérica Ocidental.

Blavatsky escreveu que os sete raios caldeus e gnósticos correspondiam às sete estrelas da constelação da Ursa Maior, aos sete poderes elementais e aos sete Rishis hindus. Segundo ela ainda, estes sete raios representam a Luz Astral dos Cabalistas, as sete emanações das sete séfiras inferiores da Árvore da Vida, e podem ser encontradas em todas as formas religiosas.

Mais tarde Blavatsky associa os sete raios também aos sete plexos nervosos do corpo humano, e consequentemente aos sete chakras principais da ultrabiologia védica. E ainda em outro momento ela descreve os Sete Raios Primordiais como um grupo de seres celestiais conhecidos como Deuses, Anjos ou Potestades.

Em síntese, segundo os ensinamentos da Teosofia, os sete raios são descritos como sendo sete grandes tipos de Energia Luminosa que formam os universos criados e carregam consigo determinadas Qualidades Divinas, à exemplo das Emanações dos antigos gnósticos. Assim, toda a criação seria formada por estes raios e possuiria estas qualidades.

Segundo a escritora Alice Bailey, a alma de cada pessoa pertence a um destes sete raios, o qual permanece sempre o mesmo ao longo das suas encarnações. A personalidade também pertenceria a um destes raios, mas seria variável de encarnação para encarnação. Mais que isso, cada raio estaria associado a um determinado Mestre de Sabedoria, e com certos planetas, ciclos e nações. O conceito dos sete raios é a base do que Alice Bailey chamou de Psicologia da Nova Era, onde sete tipos psicológicos estão relacionados a sete raças humanas.

Os sete raios que chegam até nós na Terra se originam no interior do Logos Solar, a consciência do Ser Divino do Sol. De acordo com Alice Bailey, os sete raios são orientados ao Logos Solar através do Sol Sírio, das sete estrelas principais (Grande Carro) da Ursa Maior, e das sete maiores estrelas das Plêiades, as quais formam o Logos Galático, o Ser Divino da nossa galáxia, e que tem sua origem definitiva na Mente de Deus.

No nível planetário, os sete raios são transmitidos desde o Logos Solar através do Deus de nosso planeta, conhecido como Sanat Kumara, então para a Hierarquia Espiritual de nosso planeta que inclui os Mestres de Sabedoria ou Mestres Ascensionados, dependendo da escola de pensamento ou do autor que propõe estes ensinamentos.

Cada um dos sete raios está associado a um tipo diferentes de energia esotérica, mas também podem ser associados chakras, Mestres de Sabedoria e os lugares do planeta que seriam seus refúgios. Alice Bailey, Charles Webster Leadbeater e Samael Aun Weor afirmam que os Mestres possuem corpos imortais e vivem no plano físico e lugares específicos.

De acordo com Alice Bailey, a Hierarquia é esta:

Raio Cor Mestre Residência Planeta Regente
1° Raio Vontade Azul Morya Índia Plutão/Vulcano
2° Raio Amor Índigo Koot Hoomi Tibet Sol/Júpiter
3° Raio Inteligência Verde Veneziano França Terra/Saturno
4° Raio Harmonia Amarelo Serapis Egito Lua/Mercúrio
5° Raio Ciência Laranja Hilarion Grécia Vênus
6° Raio Devoção Vermelho Jesus Líbano Marte/Netuno
7° Raio Ordem Violeta Saint Germain Romênia Urano

De acordo com os Ensinamentos dos Mestres Ascensos, a Hierarquia é esta:

Raio Cor Mestre Residência Chakra
1° Raio Vontade Azul Morya Índia Laríngeo
2° Raio Sabedoria Amarelo Lanto Estados Unidos Coronário
3° Raio Amor Rosa Veneziano França Cardíaco
4° Raio Pureza Branco Serapis Egito Coccígeo
5° Raio Ciência Dourado Hilarion Grécia Vênus
6° Raio Paz Rubi Nada Arábia Frontal
7° Raio Liberdade Violeta Saint Germain Estados Unidos Umbilical

De acordo com Samael Aun Weor, a Hierarquia é esta:

Raio Qualidade Mestre Chefe Planeta Regente
1° Raio Lunar Sabedoria Koot Hoomi Gabriel Lua
2° Raio Mercurial Ciência Hilarion Rafael Mercúrio
3° Raio Venusiano Arte Serapis Uriel Vênus
4° Raio Solar Mística Jesus Michael Sol
5° Raio Marciano Força Morya Samael Marte
6° Raio Jupiteriano Política Rakoczy Zachariel Júpiter
7° Raio Saturniano Ordem Sanat Kumara Orifiel Saturno

De acordo com Samael Aun Weor, sob a influência de cada um dos Sete Raios existem inúmeros Mestres se desenvolvendo espiritualmente, e esta influência perdura por todo o período de manifestação existencial. Cada Mestre evolui e se desenvolve em seu próprio Raio, e nunca deixa de estar em conexão com o Chefe de seu Raio.

Este Chefe é chamado de Logos, a inteligência múltipla perfeita daquele Raio, de onde emanam diversas Chispas Divinas, e cada uma delas é conhecida como Ser, ou Íntimo, que por sua vez emana de si mesmo a Alma que deverá encarnar e um Corpo e desenvolver primordialmente os Valores indicados pelo seu Raio.

Muitos espiritualistas desejam conhecem a qual Raio pertencem, e cada um possui uma forma investigar esta questão. Samael Aun Weor ainda oferece uma maneira muito simples de identificar este Raio, o qual deixa sempre uma marca em nosso corpo em todas as nossas existências.

Para encontrar esta marca, basta olhar para a testa e contar o número de linhas verticais ali presentes. As pessoas que possuem uma linha são do Raio da Lua. As que possuem duas linhas são do Raio de Mercúrio. As de três linhas são do Raio de Vênus. Quatro linhas do Raio o Sol. Cinco de Marte, seis de Júpiter e sete de Saturno.

Desta maneira é possível conhecer diretamente através do corpo qual o Regente ou Chefe de seu próprio Raio e buscar uma identificação com seus atributos e manifestações. Esta identificação também pode servir como inspiração e contato mágico com a Potestade relacionada ao Raio, reforçando a capacidade de recordação de uma missão espiritual maior e mais abrangente.

28 Respostas

  1. Lucas

    ola, não entendi, que linhas são essas, são as linhas de quando franzimos a testa ?

  2. Fernanda

    Então, temos que franzir a testa e contar quantas linhas verticais aparecem? Aquelas no meio da sombrancelha?

  3. James

    Esse é o PIOR método que existe. Se eu aplicar botox, vai aparecer nenhuma. Não fala merda, cara.

  4. Wilson

    Lamentável que alguém se preste a fazer o que fez este sujeito que usa o nome James.

  5. Poliana

    Bom dia. Minha testa eh dura e só apresentara linhas finas. O que significaria?

  6. Isis

    Bom dia Giordano,

    Obrigada pelas elucidações expostas, são bastantes esclarecedoras e de uma grande compreensão para os Iniciantes.

    O uso sábio e criterioso do conhecimento, nos traz maior condições para receber a sabedoria oculta.

  7. Ana

    Oi Giordano, mas a técnica só se aplica no terceiro quadro o mestre Samuael Aun Weor? Como se faz para aplicar nos outros, usa o mesmo número?
    Abç.
    Ana

  8. FRACISCO BRAGA

    tenho amor para conpriender muitos pencamentos. mas são sor volumes amais para nossa menter .

  9. Oi Ana,

    Boa pergunta :)

    A hierarquia apresentada por Samael Aun Weor é a única que associa os Raios tanto aos Logos Planetários como aos seus Planetas correspondentes. Como a técnica se fundamenta nesta correlação, e foi apresentada por ele, a tabela a ser usada é a dele, a terceira. Não sei dizer se é possível derivar a técnica a partir das outras correlações hierárquicas, isso dependeria do que Bailey e os adeptos dos Ensinamentos dos Mestres Ascensos falam a respeito. Seria preciso investigar melhor, mas não me recordo de ter visto esta técnica em algum de seus livros.

    Abraços!

  10. Pollyanna

    Bom dia!!!

    E que não tem linha??? Existe alguma informação a respeito???
    Porque eu tenho 24 anos e não tenho nenhuma linha..
    Quando eu tinha 19 anos, que foi quando eu fiz essa pergunta pela primeira vez, as pessoas falaram que quando eu ficasse mais velha elas apareceriam… porém, até hoje nada… e não creio que vá aparecer!
    Já perguntei pra várias pessoas, inclusive gnósticas, e ninguém soube me responder!!!
    Aguardo pela resposta !
    obrigada!

  11. Oi Pollyanna,

    Muito obrigado pela sua mensagem.

    É preciso olhar bem de perto. Algumas pessoas têm linhas de expressão bem fracas e finas, quase imperceptíveis.

    Se você quiser pode nos enviar uma foto com bastante contraste de seu rosto, e então veremos quantas linhas há.

    Abraços Fraternos!
    Paz Inverencial!

  12. Frater USS

    Por favor, poderia me informar o livro que o V.M Samael cita os mestres: Koot Hoomi, Hilarion Serafis, Jesus, Rackocs, Moria e Sanat Kumara em relação aos 7 logos ?

    Por favor, gostaria muito de saber em qual se suas obras esse ensinamento esta para que eu possa me aprofundar.

    Muito obrigado !

  13. Olá Frater USS,

    Muito obrigado pela sua mensagem.

    Veja no texto a tabela em que trazemos a relação feita por Samael Aun Weor entre os Mestres que você cita e os Sete Logos (Gabriel, Rafael, Uriel, Michael, Samael, Zachariel e Orifiel).

    Abraços Fraternos!
    Paz Inverencial!

  14. Olá eu já descobrir meu raio regente que é o RAIO DOURADO,por eu nascer numa quinta achei que fosse o raio verde mas tive uma declaração no qual meu mentor mostrava o raio dourando uma mão grande de imagem espiritual sabe? ai foi me dando ideia de ser voluntaria de ajudar pessoas projetos sociais graças a deus já estou realizando e assim me sentindo mais feliz do que nunca obrigada por eu descobrir esta pagina mais um conhecimento para mim abraços paz e luz!*

  15. Olá Amanda,

    Muito obrigado pela sua mensagem.

    Ficamos muito felizes que esta revelação esotérica esteja se convertendo em ação para o benefício da humanidade que sofre. É por isso que os Mestres nos orientam dessa maneira, para que sintamos impulsos de amor cada vez mais fortes, e nos decidamos a ajudar quem precisa.

    Abraços Fraternos!
    Paz Inverencial!

  16. Kenny

    Quando minha expressão está relaxada, só vejo 3 linhas. se eu franzir a testa aparecem bem mais. Qual seria a forma correta de se observar?

  17. Ótimo texto e esclarecedor. Sou terapeuta em Florais de Saint Germain e estou mergulhando no estudo dos raios e sua influência nos florais . Alguma recomendação de livros?

  18. Olá Alexandre!

    Os textos de Samael Aun Weor possuem informações sobre os raios, em diversos de seus livros, que podem ser encontrados aqui no site.

    Abraços Fraternos!
    Paz Inverencial!

  19. Marcia Regina de Melo Maus

    Em novembro vou pedir uma consulta de linhas, porque cada hora vejo um número diferente…rs.
    Abraços amigos Giordano e Kleiton.

  20. Felipe

    Saudações Giordano!

    Texto elucidativo. Gostaria de saber quais meios mais eficazes para se utilizar para que a presente divina “eu sou” se manifeste com mais celeridade.

    p.p

  21. Olá Flipe,

    Muito obrigado pela sua pergunta.

    Certamente o meio mais eficaz para que a divina presença Eu Sou (que no Gnosticismo chamamos de Real Ser, ou Íntimo) se manifeste é a revolução da consciência. Nossa consciência é o que as religiões ou filosofias chamam de alma, e a alma é o instrumento de conhecimento e de ação do Ser. Se queremos que o Ser se manifeste e se realize, precisamos revolucionar a consciência.

    Esta revolução é feita com base nos Três Fatores de Revolução da Consciência: a morte mística (eliminação de nossos defeitos psicológicos), o nascimento espiritual (criação de valores e virtudes a partir da transmutação de nossas energias criadoras) e o sacrifício pela humanidade (expressão do amor divino através de obras concretas e em benefício dos necessitados).

    Você pode começar a estudar estes Três Fatores em nosso Curso Online de Introdução à Gnosis e ao Gnosticismo, acessando o site:

    http://www.sgi.org.br/course/introducao-a-gnosis-e-ao-gnosticismo/

    Abraços Fraternos!
    Paz Inverencial!

  22. Adriana

    Oiii! em alguns eventos canto um mantra que me disseram ser o mantra dos 7 raios. Tenho buscado informaçoes a respeito disso, mas como nao compreendo o assunto fico cada vez mais duvida! Você poderia me ajudar? Uma amiga minha gravou o que falo… Posso lhe enviar o audio. Grata!

Deixe um Comentário