Bem-vindo a Sociedade Gnóstica Internacional

2 out 2011

O Livro Egípcio dos Mortos (Documentário)

Esta fabulosa coleção de textos funerários começou a aparecer nas tumbas egípcias por volta de 1.600 a.C. São uma espécie de guia para que o falecido pudesse alcançar uma vida feliz após a morte. Seu propósito era ser lido pelo morto durante sua jornada através dos Mundos Subterrâneos, pois o ajudaria a superar obstáculos e não se desviar de seu caminho.

Para isso, continha diversos ensinamentos codificados em senhas, fornecendo pistas e revelando atalhos que permitiriam ao morto responder às perguntas que lhe seriam feitas e atravessar todas as ameaças. Seu conteúdo garantia a ajuda e a proteção dos poderosos deuses egípcios, pois com ele o morto proclamava sua identidade com as divindades.

O papiro de Ani é um dos mais ricos e completos exemplos desta tipo de texto funerário egípcio que sobreviveu aos nossos dias. Atualmente ele se encontra em Londres, no Museu Britânico.

Perdido por milhares de anos e descoberto a cerca de um século atrás, trata-se da primeira descrição escrita de qualquer religião. Além disso, é considerado como sendo a verdadeira fonte dos Dez Mandamentos.

Este documentário acompanha o Livro Egípcios dos Mortos desde a sua criação há milênios na cidade de Tebas até a sua redescoberta – ou roubo, se preferirem – em 1887 d.D.

Estudiosos da Bíblia Hebraica afirmam que porções do Velho Testamento descendem diretamente deste texto egípcio, e existem arqueologistas que sugerem que Moisés deve ter conhecido e até mesmo carregado consigo uma cópia quando fugiu do Egito. 

Assista abaixo ao documentário completo:
(dublado)

7 Respostas

  1. eu queria escrever manual !
    queria intender o pq dele ter um manual dos mortos se ele já fala com Deus:?
    vc que já sabe de muitas coisas.
    vc ja utilizou alguma vez algum tipo de oração e ritual e teve sucesso?

  2. Golfinho Azul

    Boa tarde

    Grato!
    Solicito informação por mail de novas publicações do vosso/seu site!
    Saudações cordiais
    Golfinho Azul

Deixe um Comentário