Bem-vindo a Sociedade Gnóstica Internacional

12 set 2007

O Evangelho de Judas (Documentário)

O Evangelho de Judas é um Evangelho Gnóstico que contém importantes conversas entre Jesus e seu discípulo Judas Iscariotes. Descoberto em 1970 no deserto do Egito, o Evangelho de Judas foi escrito antes do século II e traz uma nova visão deste discípulo de Jesus e também da Doutrina Cristã Primitiva.

Ao contrário dos evangelhos canônicos (Mateus, Marcos, Lucas e João), que apresentam Judas como o traidor de Jesus que o entregou às autoridades para ser crucificado, este Evangelho mostra que as ações de Judas foram feitas seguindo instruções dadas pelo próprio Cristo.

Mais que isso, o Evangelho de Judas fornece indícios de que Jesus teria planejado o curso dos eventos que levaram à sua morte. Apenas Judas sabia deste plano, pois teria sido o único a conhecer a verdadeira palavra, ao contrário dos demais apóstolos.

Para boa parte dos gnósticos antigos, o Corpo era uma espécie de prisão do Espírito. Desta forma, Judas teria apenas auxiliado a alma de Jesus a se libertar de suas restrições físicas.

Interessante para os gnósticos que desejam conhecer um pouco mais a respeito de suas raízes através de uma fonte que não seja de seus históricos opressores. Recomendado para os iniciantes da Gnosis, já que apresenta, ainda que de forma breve e superficial, alguns dos principais conceitos da Teologia Gnóstica.

Este documentário é fruto do esforço de uma equipe internacional de cientistas e especialistas, que trabalharam durante muitos anos para autenticar, conservar e traduzir o texto original, recebendo o apoio da Fundação Maecenas de Arte Antiga e o Instituto Waitt para Descobertas Históricas.

Assista abaixo ao documentário completo:
(dublado)

4 Respostas

  1. JETHRO

    Se alguém tiver algum contato com o (removido por solicitação do usuário) favor descrever estou a sua procura, serve e-mail, telefone, etc…

  2. Jofran Quadros

    Não querendo jogar ãgua fria na crença de ninguem, mas acho uma coisa gritante alguem querer afirmar, que por dá um sentido em uma passagem da bíblia que Jesus Cristo já tinha seu destino traçado e que Judas era apenas um contribuinte desse processo, não imaginam os crentes desse desfecho que não precisaria Judas ter aceitado moedas para entregar Jesus ou beija-lo para identificar, já que Jesus era conhecido pelos que iriam julga-lo, ou mesmo o fato das moedas queimarem suas mãos e em seguida seu enforcamento. Me desculpem mas acho tudo isso loucura, eu ainda estou vivo e não senti a força descumunal e destruidora do hérculobus previsto para 29 de junho de 1999, por Samael e Robalu.

Deixe um Comentário