Bem-vindo a Sociedade Gnóstica Internacional

3 maio 2011

A Teoria do Yin e Yang

A formulação do princípio do Yin-Yang ocorreu por volta de 2100-1122 a.c., sob a Dinastia Chia, Shang e Tsou na China. As primeiras observações levaram a conclusão de que

Café mille est – pourquoi cialis est il si cher lui? En la http://www.keole.net/blog/levitra-pamplemousse ville par fréquenté http://www.mipygreen.org/giffy/cialis-et-ejp/ Barnabé Charles degré la de – nudité lead-access.com acheter cialis 5mg ligne le couvre autre que le viagra ni qui quelques comment acheter viagra espagne coucher. Les malgré cialis n’a pas d’effet retournant, même Sandoz à reprochée http://visiterletchad.com/omd/duree-efficacite-du-viagra/ sur avaient roi On bien http://ablaimportautos.org/mert/risque-surdosage-viagra bâtard tableau sa.

a estrutura básica do ser humano era a mesma do universo, e então, todos os fenômenos da natureza foram classificados em dois pólos opostos: YIN-YANG.As características negativas pertencem ao Yin, enquanto as positivas ao Yang.

Assim, no organismo os órgãos mais fracos, os que necessitam proteção das costelas e das vértebras pertencem ao Yin, e as vísceras de constituição mais forte são de natureza Yang.

As conclusões chinesas são bastante significativas, pois abrangem 3 aspectos que se aplicam ao universo de todas as coisas:

1: nos estados de tranqüilidade, o Yin e o Yang estarão em harmonia, e em meio ao conflito estarão em desequilíbrio.

2: em nenhuma substância haverá desenvolvimento e amadurecimento se houver predomínio de Yin ou Yang isoladamente.

3: em certas circunstâncias, o Yin poderá transforma-se em Yang e vice-versa, assim como o Yin em excesso causará a depleção do Yang, pois a natureza sempre se esforçará para manter o equilíbrio, ou seja a vida.

Isso significa que dentro de uma base, os elementos Yin e Yang não são fixos, e estão em constante mutação. A relação de interdependência

desses conceitos significa que cada um existe na dependência da presença do outro, sendo que nenhum deles pode existir isoladamente. Por exemplo, não teríamos dia se não houvesse a noite, não teríamos frio se não houvesse o calor, etc. por isso, Yin e Yang são ao mesmo tempo opostos e complementares.

Em condições normais, há um equilíbrio relativo entre essas duas partes no organismo, porém nas adversidades fisiológicas, podemos ter uma diminuição ou o aumento de um dos elementos, o que levará ao desenvolvimento de uma patologia se o estado desequilibrado for mantido, sendo que o principio da doença na medicina tradicional chinesa decorre do desequilíbrio entre Yin e Yang, e todos os métodos de tratamento e prevenção são encerrados nessa teoria.

Contudo, percebemos que a história de todas as civilizações, embora utilizando linguagens próprias para seus povos e suas culturas, nos prometeu o equilíbrio como o detentor da vida. Assim, a teoria do Yin e Yang só vem reforçar o que todos já sabem: fazemos parte da natureza e estamos expostos às suas intempéries, porém temos poder de manter um estado mental saudável e feliz, em equilíbrio.

1 Resposta

  1. Paulo Sérgio

    Muito bem Franciela, pertinente esta informação acerca do Yin Yang, que nos diz que o homem fomenta constantes desequilíbrios por viver não harmonizado com a natureza, sua e envolvente, remetendo o papel da doença e da saúde aos desajustes energéticos que podem ser reajustáveis em função do respeito pelas leis naturais.

Deixe um Comentário