fbpx
Bem-vindo a Sociedade Gnóstica | SGI

Responder a: Sobre o Mestre Lakhsmi Daimon

Home Fóruns [FÓRUM] História do Movimento Gnóstico Sobre o Mestre Lakhsmi Daimon Responder a: Sobre o Mestre Lakhsmi Daimon

#11922
Vishnu
Membro

Pois bem,

Gostaria de continuar com o compartilhamento de minhas reflexões trazendo uma breve biografia de Teófilo Bustos, tomada de diversas fontes. Tem como intenção este resumo biográfico que o leitor saiba se localizar temporalmente em relação a certos fatos relevantes para a compreensão do surgimento do que chamo do Mito da Maestria, do Mito da Restauração, do Mito do Monastério e do Mito do Daimon, e também em relação às obras de onde sairão muitos trechos que pretendo trazer aqui neste espaço.

Segue abaixo:

Teófilo Bustos García nasceu em 13 de maio de 1936, no seio de uma humilde família de camponeses colombianos. Aos 13 anos de idade abandona sua casa e passa a viver numa tribo indígena, e aos 14 começa seus estudos rosa-cruzes. Aos 16 ingressa no serviço militar, e ao longo dos próximos 7 anos estuda espiritismo, teosofia, maçonaria, técnicas de controle mental e começa a conhecer a obra de Samael Aun Weor.

Aos 30 anos de idade se casa e em seguida tem três filhos. Por esta época conheceu Félix Cifuentes, e com ele começa seus estudos do Gnosticismo. Aos 33 anos ingressa em Segunda Câmara, para no mesmo ano realizar o Curso de Missionários Gnósticos no Sumumm Supremum Sanctuarium da Serra Nevada de Santa Marta, na Colômbia.

No ano de 1973, Samael Aun Weor nomeia Teófilo Bustos Garcia como Abade do Monastério Lumen de Lumine, o qual ainda não existia. No ano de 1978, após o falecimento de Samael Aun Weor, Teófilo Bustos Garcia permanece alinhado à liderança de Julio Medina Vizcaíno (Gargha Kuichines), e sob sua autoridade termina a construção do Lumen de Lumine e o inaugura, em 3 de maio de 1983, 10 anos depois de ter sido encomendado.

No ano de 1986, em 20 de maio, Teófilo Bustos Garcia participa do rompimento da instituição “Iglesia Gnostica Cristiana Universal da Venezuela” com o alinhamento do já octogenário Mestre Gargha Kuichines, ato em que é acompanhado por Carlos Mora Contreras, Ramiro Zambrano, Walter Márquez, Eliécer López Silva e Rodolfo Rincon Vásquez.

No mesmo ano, Teófilo Bustos Garcia solicita e recebe o título de “Venerável Mestre Lakhsmi”, à ele dado por Efraín Villegas Quintero, em cerimônia realizada na República Dominicana, e seguindo o que acontecera um ano antes com seu companheiro Rodolfo Rincon Vásquez, que recebeu o título de “Venerável Mestre Eughins Arioms”.

No ano de 1989 rompe com Efraín Villegas Quintero, mesmo ano em que recebe cópia do chamado “Memorandum de Alerta”, ou “Carta de Restauração”, que apresentar como documento de sucessão que teria recebido diretamente de Samael Aun Weor ainda no ano 1976, e que teria mantido em sigilo por duas décadas e meia.

Faleceu em 23 de julho de 2005, aos 69 anos de idade.

Qualquer correção ou contribuição à este resumo biográfico será muito bem-vinda.

Obrigado pelo espaço!